TODO LÍDER PRECISA SER UM ADORADOR

Amados,

VALE A PENA LER!!! É MUITO BOM ESSE TEXTO!!!

TODO LÍDER PRECISA SER UM ADORADOR
CARISMA Escola de Profetas – Igreja Batista da Lagoinha


É impossível formarmos verdadeiros líderes apenas com conhecimento intelectual de Deus e da Igreja. Um verdadeiro líder espiritual, não um líder de organização religiosa denominacional, só é gerado pela intimidade que tem com o Pai em adoração.
Não estou dizendo que os verdadeiros líderes precisam saber cantar músicas de adoração. Estamos aprendendo nesta série de estudos que todo servo do Senhor precisa de unção e autoridade para ministrar às pessoas, e isso se adquire na presença do Poderoso.
No Santo Lugar as palavras aprendidas durante um estudo se tornam vivas e cheias de fogo, transformando primeiramente nossa vida, para depois influenciar a muitos outros.
Os talentos pessoais podem nos levar a executar excelentes tarefas e realizar grandes feitos, porém as coisas do mundo espiritual não acontecem baseadas em nossa capacitação, mas na autoridade espiritual adquirida pela freqüência e permanência na presença de Deus. Já vimos anteriormente que tudo isso acontece no ato da adoração.
Apenas relembrando; essa adoração não significa apenas cantar, mas significa um nível muito elevado de intimidade com o Senhor em um momento cercado do fluir sobrenatural de Deus. A glória.
Precisamos de pessoas que estejam acostumadas a entrar no Santíssimo – PENETRAR – em adoração, se enchendo da glória do Senhor até transbordar, abençoando a muitos outros, muitas vezes até mesmo sem ver.

HEBREUS 4:14 – Jesus “penetrou” nos céus. Dierchomai – Strong´s #1330 Greek
Podemos interpretar o verbo no grego como “passou para, entrou em”.
Colossenses 3:1 – “Portanto, se fostes ressuscitados com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.”

Esta palavra “buscai” no original grego lemos zeteo ( dzayteho ) que traz a idéia de “penetrar, adorar”
( Strong´s )
Se entramos neste santo lugar do Trono do Pai, então somos cheios da Luz plena que nos transforma e nos enche para compartilhar.
Ao compartilharmos aquilo que recebemos no lugar da adoração, vemos comprovado o que estudamos de genuíno sobre Deus, e experimentaremos na nossa vida.
A liderança espiritual nem sempre se apresenta como liderança terrena, mas toda liderança terrena precisa ser liderança espiritual. Essa liderança espiritual é consequência natural, ou sobrenatural, da intimidade e comunhão que constitui adoração.

Estou enfatizando que toda comunhão intima com Deus é adoração pelo simples fato de que quando comprovamos a matéria estudada, face a face com o Senhor, nossa única reação possível é de perplexidade, adoração.
Como alguém pode ministrar um ensinamento, ou dirigir uma reunião, um projeto na igreja, baseado apenas na capacitação intelectual ou prática ? Podemos aprender como iniciar um “culto”, e acrescentarmos alguns elementos interessantes, atraentes ou exóticos, que darão um brilho à reunião, mas isso não é suficiente para a verdadeira unção do Senhor fluir e transformar vidas, edificar o Corpo.

Na minha caminhada com o Senhor, como um levita da música, enfrento constantemente o desafio de deixar de “dirigir” o louvor, para “penetrar” na presença do Senhor. Nossa capacitação pessoal muitas vezes nos deixa seguros de que podemos “levar o povo”. As conseqüências da aplicação pura dos nossos talentos podem ser confundidas com unção, Muitas vezes, por amor às vidas, o Senhor abençoa a reunião e toca nos corações, mas o “dirigente” se engana se pensar que a unção fluiu dele. A verdadeira unção flui quando paramos de tentar conduzir o povo, e “penetramos” nEle.

Este princípio não se aplica apenas ao ministro de louvor, mas a todos os levitas da Casa de Deus. Precisamos estar vivendo experimentalmente as verdades da mensagem que vamos pregar para que haja autoridade e unção. Precisamos estar adorando ao Senhor com todo o nosso ser, usando nossos talentos diante dos irmãos, para que a Glória do Senhor inunde nosso ser e transborde o ambiente.
É certo que nossos talentos determinam uma função no Corpo. Deus nos capacita de dons para cumprirmos Seu propósito ministerial através de nós, mas estes talentos ficam em segundo plano, manuseados pelo Espírito Santo, e nós, nós vamos para o Santíssimo lugar!

UM VERDADEIRO LÍDER PRECISA DE :

1. ESTUDO
Vimos claramente na lição anterior que a teologia é necessária, porém a verdadeira, que é acompanhada de adoração. O estudo da Palavra não pode ser uma atividade acadêmica apenas, ou um meio de capacitação humana. O estudo precisa ser fruto de sede e fome do Senhor – Amós 8:11. O que estamos fazendo agora não é apenas estudo, mas uma atividade que inicia o processo de visitação do Senhor para um maior conhecimento ( Roída ) da Sua pessoa. Esta atividade resulta em alterações radicais em nosso caráter, nossa personalidade, nossas ações e reações e etc. Somos totalmente transformados a cada dia, em busca da imagem e semelhança do Pai.

2. ALTAR

O Altar nos leva à adoração. Recebemos uma palavra iluminada sobre nosso Senhor ao estudarmos a Bíblia, então somos constrangidos a nos prostrarmos diante do Altar. Se isso não ocorre, algo de errado está acontecendo, e corremos o risco de nos tornarmos insensíveis ao Espírito Santo. Toda a letra ( LOGOS ) que estudarmos nos matará.
No altar o Espírito de Deus nos leva ao quebrantamento, reconhecimento de pecados, limitações e enganos. Esse quebrantamento abre canais para a nossa entrada em níveis mais profundos de intimidade com o Senhor. A Palavra recebida na mente atinge o espírito e é vivificada.
ATENÇÃO:

Quero que você compreenda que não estou ensinando uma doutrina ritualística. As coisas não acontecem em uma ordem subseqüente temporal. Muitas vezes, enquanto estamos ainda estudando, nosso espírito é conduzido ao Altar pelo poder da Palavra. Não tenho nenhuma intenção em estabelecer ordens de um processo. Quero apenas estudar com você o que acontece quando verdadeiramente buscamos o Senhor. Precisamos da Palavra, do ensino, mas precisamos também do Altar misturado com o estudo.

3. FOGO

Sem fogo não há Altar. O Altar entra em ação na nossa vida por causa do fogo. Lembre-se de Elias e os profetas de baal. Enquanto o fogo não desceu, nenhum valor tinha o altar.
O fogo queima nosso ser eliminando gradativamente as impurezas. Um estudante da Bíblia que nunca é conduzido a olhar para dentro de si mesmo, retroceder alguns passos da vida, ou avançar outros, alterando sua conduta, pensamentos e conceitos, se tornando mais “separado” ou santo, mais parecido com Jesus, se torna um profissional evangélico, que pode executar muito bem o talento adquirido, mas apenas engana a muitos.

O fogo queima a palha.
Quando realmente estamos buscando ao Senhor, Ele se preocupa em nos livrar de tudo aquilo que não tem valor, embora pareça ter. Toda a palha é retirada pelo fogo, para que o puro prevaleça e o Senhor possa se manifestar em glória e poder se revelando a nós para nossa edificação e frutificação.

4. DESERTO

O deserto é o único lugar onde as “teorias bíblicas” podem ser testadas.
Somente no deserto aprendemos os segredos da vida e nos tornamos verdadeiros beduínos de Deus, preparados para toda tempestade.
Muitas vezes saímos de uma reunião maravilhosa e não queremos enfrentar a caminhada do deserto. Mas o Senhor não quer filhos frágeis, Ele deseja que cada um de nós comprovemos o poder da Sua Palavra em todas as circunstâncias adversas. Estas circunstâncias são exatamente o lugar da ação do poder de Deus e de Sua pessoa.

Quando vamos cantar ao Senhor diante dos irmãos em uma reunião da igreja local, então precisamos ter passado pelos estudos, pelo Altar, pelo Fogo e pelo deserto. Estas circunstâncias e momentos nos encherão de experiências que comprovam que O SENHOR É BOM, E SUA MISERICÓRDIA DURA PARA SEMPRE!

Podemos chegar a lugares mais altos ainda, se sabemos que o deserto pelo qual estamos andando tem a nuvem da presença do Senhor. Podemos emitir palavras cheias de vida e lastro de verdade na presença do Senhor e na presença dos irmãos pelo fato de o Fogo estar atuando em nossa vida, nos transformando dia a dia, prostrados no altar.
Tudo o que aprendemos lá no início do processo, ao gastarmos tempo com os livros, aulas, palestras, toma uma dimensão superior, sai do LOGOS e entra no RHEMA.

5. CÉU

Não é só de desertos que vive o servo do Deus altíssimo. No meio da caminhada o Senhor nos prepara e surpreende com oásis que são um pedacinho do céu.
As experiências de vitórias, alegrias pela visitação do Senhor, Sua presença e Suas bênçãos também nos levam a testificar tudo o que estudamos sobre Ele, e nos capacita para declararmos o que aprendemos com muita autoridade.
Quando estamos diante da igreja, em uma missão do Senhor ministrando a Palavra, a música ou uma simples reunião de decisões locais, a unção do Senhor flui de forma sobrenatural, e todos são cheios do poder que transforma.
Neste momento, os talentos nem se destacam, mas Ele é exaltado, Jesus é entronizado!

Um líder de louvor e adoração precisa ser um adorador.

No momento em que estamos à frente dos irmãos somos apenas um canal. Precisamos estar ligados na sala do Trono firmemente, em adoração, despreocupados com as técnicas, as formas, o script ou as regrinhas. Precisamos nos perder nos braços do Senhor, apaixonados, perplexos diante da Sua glória, bêbados da Sua unção.
Precisamos ter na nossa frente apenas o Seu Trono de glória, e olhando em Seus olhos, adora-lo. O mais, tudo Ele fará!

Meus irmãos;

A técnica, o preparo do talento, o ensaio, tudo isso é importante, mas não pode ser prioritário. Eu e você precisamos nos preparar da melhor forma possível, mas não podemos substituir o lugar da intimidade por nenhuma destas coisas, mesmo quando estamos diante dos irmãos na liderança de uma reunião.
O Espírito de Deus nos levará a atitudes de condução, mas será Ele.
O Senhor sabe quem está em uma reunião e o que precisa ouvir.
O Espírito Santo sabe o que o Pai deseja receber, e nos levará a entregar o melhor, o desejado por Deus, no momento certo. Por isso precisamos estar entregues a Ele, deixando de lado todos os recursos que nos deixam seguros demais, certos do que vamos executar ou de onde vamos chegar.
Não queremos uma geração de levitas que sabem executar seus talentos. Queremos uma geração de servos que estão entregues ao Espírito Santo, como canais, fluindo em unção sobrenatural, tocando em Deus.
Toda vez que você for tentado a programar direitinho o que vai fazer, falar ou cantar, lembre-se de que no momento em que entramos em Sua sala de adoração, o Espírito nos toma e faz infinitamente melhor do que tudo que planejamos.

Sóstenes Mendes Xavier
Igreja Batista Getsêmani, Belo Horizonte / MG
E-Mail: sostenesrhema@uol.com.br

MINISTÉRIO VISION RHEMA
ESCOLA DE TREINAMENTO DE LEVITAS
LOUVOR E ADORAÇÃO
www.visionrhema.com.br

About these ads

Um comentário sobre “TODO LÍDER PRECISA SER UM ADORADOR

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s